Pedro Novaes

O autor é engenheiro agrônomo e advogado

DESARMAMENTO

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

A insegurança pública tem acirrado as discussões a respeito do desarmamento da população.Na verdade, não é impossível a propriedade e posse de armas, mas as autorizações administrativas tornam-se cada vez mais difíceis, considerando o domínio mínimo de conhecimento do manejo, aspectos psicológicos, histórico do interessado e real ...

ESCRAVIDÃO CULTURAL

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

O tombamento de bens imóveis é uma medida imposta pelo poder público, mesmo contra a vontade do proprietário.A população costuma aplaudir qualquer tombamento, na certeza de que não haverá destruição ou descaracterização. Em regra, a poucos importa os prejuízos e incômodos causados ao proprietário, em nome do benefício ...

MÍDIA REBELDE

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

Poucos confessam, mas grande parte dos poderosos, em todo o mundo, possui o desejo oculto de liquidar jornais, revistas, rádios e emissoras de TV, que veiculam informações e artigos que pouco elogiam desempenhos e administrações.Políticos costumam temer apenas as decisões judiciais e a opinião pública. São fatores que fogem ao âmbito dos reinados e imbecis ...

NORDESTE E VOTO

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

A onda de críticas ao eleitorado nordestino, após as eleições presidenciais, parece mais uma natural indignação oposicionista que propriamente um primórdio de golpe separatista, como concluíram, apressadamente, alguns. O eleitor, fenômeno disseminado mundo afora, tem como primeiro parâmetro de escolha de candidatos o interesse próprio. O nordeste concentra ...

CAMPANHA ELEITORAL

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

A propaganda eleitoral pode soar ridícula, mas é interessante e chega a provocar risos. Alguns ladrões notórios prometem colocar a polícia na rua, enquanto outros clamam pela dissolução da Polícia Militar. Querem o fim do aparato repressivo do Estado, como se formássemos uma sociedade já educada e ordeira, capaz de conviver na mais pacata e civilizada ...

CANDIDATOS E ELEITORES

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

Não é agradável reconhecer, mas somos um país de ignorantes.Na política, a maioria dos eleitores vota por ouvir dizer, embalada pela fofoca da esquina ou pela mídia que desinforma. Os brasileiros fazem caras de espertos, e dizem que nenhum político presta, e que todos os que defendem um ou outro candidato ou partido são radicais.Quando algum candidato de boa imagem falece, a ...

GRANDES FORTUNAS

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

As grandes fortunas costumam despertar a atenção dos governos e de parte da população, que não escondem o desejo de taxá-las.Nossa Constituição prevê a instituição do Imposto Sobre Grandes Fortunas, bastando que o Congresso Nacional dimensione seu valor e a forma de cálculo. A tarefa envolve controvérsias as mais diversas.São muitos os ...

DITADURA DOS DIPLOMAS

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

Diplomas deveriam constituir atestados incontestes de capacitação.Na prática, contudo, os diplomas funcionam como meros indícios de aprendizado, e são brutais as diferenças entre uma e outra instituição de ensino, mal fiscalizadas e pouco acompanhadas pelo órgão competente. A maioria de nossos diplomas enfeita paredes ou destina-se a cumprir requisito de concurso ...

CORRUPTOS

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

Se as penas fossem impostas segundo o número de vítimas, o corrupto teria, na prisão, seu domicílio mais duradouro.O corrupto não é uma criação dos trópicos, nem produto de herança genética de um ou outro povo. Vamos encontrá-lo habitando as cavernas ou manuseando o mais tecnificado dos aparelhos.É um tipo especial de criminoso, que não ...

CAOS URBANO

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

Os cuidados com o meio ambiente, e a conscientização coletiva, são marcas das mais recentes décadas.São evidentes os avanços na área ambiental, com a edição de leis, estruturação de órgãos públicos e surgimento de ONGs não voltadas unicamente ao recebimento de verbas oficiais. Apesar de persistirem as agressões ao meio ...

TEMPO DE APRENDIZADO

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

A escolarização corre contra o tempo.Adquirir conhecimentos, frequentando escolas e nichos que valorizam a cultura humana, é importante para todos, mas fundamental para crianças e adolescentes. Houve um tempo em que o ensino médio era dividido em áreas distintas: Científico, Clássico, Normal e até Contador.A opção era prematura, exigida antes do aluno perceber ...

ONDE MORAR

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

Em nosso emaranhado de carências, é difícil diagnosticar qual a mais constrangedora.Saúde, segurança, educação e transportes afetam diariamente a vida de todos, e são temas recitados em todos os ambientes. A falta de habitação, contudo, está presente na rotina de milhões de pessoas, sem merecer respostas e planos objetivos de ...

PRIORIDADES

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

Governar, país, estado ou município, não é tarefa fácil, e tampouco muito difícil.A maior carga que recai sobre o administrador público costuma ser o pacote de promessas de campanha, não raro uma visão marqueteira dos problemas sofridos pela população. Nenhum problema será forte o suficiente para resistir à eficiência e empenho da nova ...

Drogas

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

A humanidade enfrenta problemas grandiosos, como a questão ambiental, os contextos políticos e, principalmente, as drogas. O álcool, o fumo e a maconha atrapalham a discussão a respeito do tema. A figura do alcoólatra social, bêbado rico, que ingere porções moderadas do produto, em ocasiões especiais, torna-o um hábito quase inofensivo. Os vinhos possuem até ...

DEMOCRATITE

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 por Pedro Novaes

O contexto político brasileiro nunca foi uma maravilha.Nossos historiadores narram os mandos e desmandos dos antigos coronéis e barões do café, com seus séquitos e currais eleitorais. Só faziam e desfaziam graças à pouca cultura e dependência do povo, e, sempre, graças à subserviência de políticos menores, que sequer eram coronéis ou grandes ...

0918_fibria