Moyses Moreira Lopes

Moyses Moreira Lopes

O Preconceito

terça-feira, 23 de outubro de 2018 por Moyses Moreira Lopes

Ontem, depois do jantar, na televisão, vi e ouvi uma entrevista. De um lado, inquirindo, havia um Repórter e do outro lado um Deputado Federal. O jornalista discorria sobre o homossexualismo, combatendo o legislador que era contra o casamento entre duas pessoas do mesmo sexo. Chamava o deputado de preconceituoso e, por várias vezes, se referiu a bancada evangélica com sarcasmo. Notava-se, ouvindo os dois, que o preconceito era geral, tanto do repórter, como do deputado. O primeiro pelo ódio irracional contra os evangélicos e o outro pelos “gays”.
O preconceito sempre houve e creio que jamais será extinto.
A Bíblia é dividida em duas partes principais: Velho Testamento e Novo Testamento. Os judeus aceitam o Velho e os cristãos o Velho e o Novo. Há muitos que não aceitam e nem acreditam na Bíblia, portanto estão livres das leis e dos seus mandamentos.
No livro de Levítico, que faz parte do Torá, aceito pelos judeus e cristãos, diz: “ Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo: Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Eu sou o Senhor vosso Deus. Não fareis segundo as obras da terra do Egito, em que habitastes, nem fareis segundo as obras da terra de Canaã, para aquela que eu vos levo, nem andareis nos seus estatutos.” ( Lv. 18:1,2) Depois, mais adiante, Deus ordena aos filhos de Israel: “ Fareis conforme aos meus juízos e os meus estatutos guardareis, para andardes neles: Eu sou o Senhor vosso Deus!” Nota-se, claramente, que os mandamentos foram dados para um povo escolhido por Deus. Os cristãos afirmam que são descendentes de Abraão e Jesus, que era judeu, antes de ser assunto para o Céu, disse: “É me dado todo o poder no Céu e na Terra, portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-as a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado.” Eis aí a catolicidade da igreja que até hoje não se cumpriu.
Os mandamentos são para aqueles que aceitam a Cristo como seu único e suficiente salvador. Não se pode obrigar quem não é de Jesus a viver de acordo com a Palavra de Deus. Respeite os evangélicos. Respeite as minorias.
A Bíblia diz: “Não te deitarás com a mulher do teu próximo para cópula...”(Lv. 18:20) Diz: “Com homem te não deitarás, como se fosse mulher: abominação é.” (Lv. 18:22) “Nem te deitarás com um animal para te contaminar com ele, nem a mulher se porá perante um animal para ajuntar-se com ele; confusão é.”(Lv.18:23) Respeite os evangélicos, os judeus e os homossexuais. Deus é o juiz.
As pessoas que não aceitam a Bíblia estão livres desses e outros mandamentos e os que aceitam devem respeitá-los, demonstrando amor e o amor que Deus manifestou na Pessoa de Cristo na cruz do Calvário. Respeite.
João, o secretário do coração de Jesus, registrou estas palavras de Cristo: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16) Ninguém é obrigado a crer na Bíblia, assim como aceitar a Jesus e ir para o Céu. Respeite a liberdade de pensamento.

 
 
0918_fibria