Moyses Moreira Lopes

Moyses Moreira Lopes

O Homem e a Mulher

quinta-feira, 21 de março de 2019 por Moyses Moreira Lopes

No dia seis de março de dois mil e dezesseis, no templo da Igreja Presbiteriana do Bom Jesus, em São Paulo, comemorando, antecipadamente, o Dia Internacional da Mulher, influenciado por Victor Hugo e iluminado pelo Espírito Santo, saudei as mulheres presbiterianas, lendo um poema, com versos livres. Victor Hugo, escritor romântico francês do século XIX, escreveu uma poesia muito linda, destacando as características da mulher. Li e reli a peça literária e resolvi falar do assunto, tomando como base a Bíblia Sagrada, meu livro de cabeceira. Jamais atingirei a perfeição do escritor francês, porém tentei seguir os seus passos, caindo aqui e ali. Aproveito, portanto, a mensagem que fiz para cumprimentar todas as mulheres que não me ouviram. Eis a mensagem, em forma de poema:
Deus criou o homem e do homem fez a mulher. O homem foi criado para a glória de Deus e a mulher para ser a companheira do homem. Deus fez do homem a coroa da criação e da mulher a sua igual.
Colocou no coração do homem a eternidade, mas no da mulher o amor. A eternidade é um atributo de Deus, porém o amor é a essência Divina. Com a eternidade o homem faz grandes obras, com o amor atinge a perfeição.
O homem é forte, a mulher é bela. A força remove os obstáculos, a beleza enfeita a vida. A força conquista, a beleza prende.
O homem age pela razão, a mulher pelo coração. A razão exprime prudência, o coração, sentimento. A prudência amolda a força, mas o sentimento, a delicadeza.
O homem dirige, a mulher governa. Dirigir exprime autoridade, governar, poder. A autoridade sem poder leva à anarquia, o poder sem autoridade leva aos caos.
Enfim, sem Deus, não há homem, sem homem não há mulher e sem mulher até o tudo, materialmente falando, é nada.
Li, depois, dois textos da Bíblia, explicando cada um, como seguem: A Bíblia afirma que Deus disse: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma adjutora que esteja como diante dele. (Gênesis 2:18) A mulher foi criada para ser uma adjutora, companheira fiel. Não é um ser inferior, mas possui funções diferentes que se completam com as do homem. É da mesma substância do homem, portanto deve ser tratada com amor e carinho. O apóstolo Pedro, que era casado, disse, exortando: - “Vós, também, maridos, convivei cada um, com a sua mulher, apercebidos de que ela é o vaso mais fraco, e tratai-a honrosamente, como co-herdeira convosco da graça da vida.” (I Pedro 3:7) Sublinhem, homens, as palavras: adjutora e honrosamente.
No final orei, pedindo para que Deus abençoasse todas as mulheres.