Ivan Barsanti

Descrição pendente

Agenda

domingo, 26 de maio de 2019 por Ivan Barsanti
O casal itapetiningano Lídia (Trevisani Ribeiro) - Marcos Eduardo Fiuza, ambos fisioterapeutas, residentes em Capão Bonito, onde possuem uma clínica. O casal itapetiningano Lídia (Trevisani Ribeiro) - Marcos Eduardo Fiuza, ambos fisioterapeutas, residentes em Capão Bonito, onde possuem uma clínica.

Presenças
O casal itapetiningano Lídia (Trevisani Ribeiro) - Marcos Eduardo Fiuza, residente em Capão Bonito, onde possuem uma clínica de Fisioterapia. Ambos são fisioterapeutas.

Grana
Segmentos do funcionalismo público estadual daqui de Itapetininga “de olho” nas notícias veiculadas pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, através de jornais e redes sociais. Tudo porque o mesmo Tribunal de Justiça paulista liberou no final deste último março a quantia de R$ 420.991.038,15 para o pagamento de precatórios (e que seriam dívidas do Estado para com seus funcionários através de causas ganhas por ações judiciais). Tal importância monetária pretende quitar dívidas de cinquenta e duas entidades devedoras como fundações, autarquias, além da Fazenda estadual (que engloba as secretarias da Saúde, Transporte, Educação e outras) e da prefeitura da capital paulistana. Segundo reportagem do jornal paulistano “Agora”, de 12/04/do corrente, numa sexta-feira, página A10. Da lista de pagamentos monetários, funcionários públicos (ou credores) estaduais que fecharam acordo com a Fazenda estadual foram pagos R$ 14.499.967,04 para 33 credores. E o que significa “fechar acordo”? É quando o credor abre mão de 40% do valor do seu precatório devido para “furar a fila” ou receber mais depressa mesmo perdendo alguns ou muitos reais. É por tudo isso que segmentos do funcionalismo público estadual de Itapetininga está “de olho” nas notícias do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.do CPP na próxima eleição.

Oriente I
Capitaneado pela “promoter” Ana Maria Pires Nalesso cerca de vinte e seis itapetininganos (por aí) estiveram entre os últimos vinte e um de março (numa quinta-feira) até primeiro de abril (numa segunda-feira) viajando pela Turquia, com conexão de voo em Londres, Inglaterra (ida e volta). A agência turística foi a itapetiningana Principal Turismo, mas a produção da viagem foi da Abreu, da cidade de São Paulo, a qual planejou o roteiro, transporte (inclusive o aéreo), hotéis, restaurantes e tudo mais. Entre as cidades turcas visitadas pelos itapetininganos: Ancara (a capital), Capadócia e logicamente Istambul. Nela, Istambul, itapetininganos foram conhecer (ou rever, para alguns) as enormes e belas mesquitas, o estreito do Bósforo que separa o Ocidente do Oriente, o famoso Grand Bazar (o maior mercado oriental em recinto fechado) com centenas e centenas de lojas que vendem desde um alfinete até enormes (e caros!) tapetes. E apreciar toda a arquitetura da cidade e seus cafés, restaurantes, lojas, templos. Enfim...Entre os viajantes: os irmãos Lídia Ravacci, Lígia Ravacci, Francisco Ravacci, o “Chicão”; Roberta Pires Nalesso, o casal Maria Cecília (Ribas) - José Paulo Ayres Ribas, Maria Cristina Nery, Vera Lúcia Abdala, Marilourdes Giavarotti, Jacqueline Nery, Heleno de Souza, Maristela Izzo, Maria do Carmo Favalli Pavin.

Oriente II
No retorno do grupo de itapetininganos que foram para a Turquia pela agência Abreu, de São Paulo, interligada com a Principal Turismo daqui, coordenada pela itapetiningana Ana Maria Pires Nalesso, eles (itapetininganos), no último trinta e um de março, num domingo, partiram do moderníssimo Istanbul Airport, um prédio futurista, inaugurado recentemente pelo presidente turco Erdogan.

A céu aberto
Muita e muita gente no Largo dos Amores, aqui, assistindo na última sexta-feira, dezenove (da Paixão), e sábado, vinte (Aleluia), o espetáculo “Paixão de Cristo”, com direção de Paulinho Carriel (e muito bem!) e numeroso elenco, destacando os personagens do sacro-drama e atores e atrizes, como: Jesus (Vinícius Corrêa, de Sorocaba), Maria (Josiane Alciatti), Pilatos (Diego Baldon), Herodes (Tiago Santos), herodianas (Gigi), Diabo (Denise Brunatto), Caifás (João Gabriel), Maria Madalena (Kátia Baroni), dançarina (Jéssica Possi), povo (vários coadjuvantes), figurinos (Aniello Mello), cenário (Josiane Alciatti), coral (Kátia Baroni)..

London, London
Chegando recentemente de Londres, Inglaterra, a professora de Relações Públicas, a itapetiningana Iracema de Cáritas Muza Soares, que lecionou esta disciplina na Fundação Karnig Bazarian durante tempos.

Voltar lá de novo
Funcionária pública estadual, já aposentada (secretária da Justiça do Estado de São Paulo, em São Paulo) Marta Cecília da Cunha Silva almoçando, no penúltimo domingo (quartoze), no Bistekão Grill, ao lado da Igreja do Rosário, aqui e contando que existem três locais em que ela já esteve e tem uma enorme vontade de retornar: no Canadá (tudo lá parece perfeito...), Londres, Inglaterra (uma cidade excitante) e Las Vegas, Nevada, Estados Unidos (tudo acontece lá: competições, congressos, principalmente no âmbito esportivo). E a maior atração de Las Vegas são os enormes e exóticos hotéis, a maioria, interligados uns aos outros, quase todos com cassinos e shows. Um lugar borbulhante.a.

Night
Presidente do Lar das Meninas “Célia Tereza”, aqui, Maria Nívea Guarnieri Machado e sua filha Mônica Guarnieri Machado, médica pediatra da Prefeitura de São Paulo e integrante do “Médicos Sem Fronteiras”, órgão internacional para a qual Mônica trabalhou na França, Bélgica e África, ambas, no penúltimo sábado (treze) no “Porão 78” (Forneria), na rua Pedro Marques, ouvindo a cantora sorocabana Vivian Moreno cantando blues, rocks românticos e música popular brasileira como “Samba da Bênção” (é melhor ser alegre que ser triste...) de Vinícius de Moraes e Baden Powell.

Birthday
Muda de idade amanhã, sábado (vinte e sete), Márcia de Almeida Palomo, uma das mais requisitadas professoras de Francês, nesta cidade, para aulas particulares. Márcia Palomo graduou-se neste idioma pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, a PUC-SP, no bairro Perdizes. Aliás, a língua francesa voltou a ser bastante procurada por itapetininganos, principalmente pelos jovens, muitas vezes em decorrência de cursos de extensão cultural, graduação e pós na própria França e até pelo saber para saber.

Saudosismo
Funcionário, já aposentado, da Câmara Municipal daqui e da então Associação de Ensino, Antônio Geraldo Pereira Ignácio sentiu perder a audição da orquestra Ray Conniff Cover que apresentou-se (recentemente) no salão superior do Clube Venâncio Ayres, no Largo dos Amores. Admirador incondicional da original orquestra norte-americana desde o tempo de sua juventude, época dos bailinhos, final dos “anos dourados”. E para lembrar aqueles tempos, Antônio Pereira Ignácio gostaria de ter ido ver, no palco venanciano, a Ray Conniff Cover, cuja apresentação agradou a muitos. E no repertório, canções como: “Aquarela do Brasil” (Ary Barroso) e “Love is many splendored thing”.

Da entidade
A “Associação do Bem Viver”, da terceira idade, próxima a Itauto e da avenida José de Almeida Carvalho realiza neste próximo domingo (vinte e oito), o seu almoço mensal com um cardápio que deverá ser bastante apetitoso. Como sempre a uma hora da tarde. E na penúltima terça-feira (dezesseis), o Cine Pipoca da própria agremiação itapetiningana, à noite, apresentou aos sócios e simpatizantes o filme “O pianista”, direção do polêmico Roman Polanski e que conta uma história baseada em dados reais sobre um músico polonês e judeu e sua luta para manter-se vivo durante a invasão do exército alemão nazista de Adolf Hitler na Polônia (o primeiro país a ser invadido pelo ditador na Europa). Situado na cidade de Varsóvia, a película apresenta um primoroso elenco, belas (mas duras) imagens e um roteiro empolgante. E o principal: o filme “O pianista” mostra os horrores que um governo de extrema-direita pode fazer aos seus semelhantes.