Ivan Barsanti

Descrição pendente

Agenda - 596

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018 por Ivan Barsanti

Presença
A itapetiningana Aline Regina Piedade, engenheira agrônoma formada pela Universidade Estadual Paulista, Unesp, campus de Botucatu, atualmente professora de Sociologia Rural pela Faculdade de Agronomia de Cuiabá da Universidade Federal do Mato Grosso e também pró-reitora para o curso de graduação em agronomia naquela universidade.

 

A grande premiação I
Na penúltima terça-feira, vinte e seis, aconteceu o evento “Top of Mind 2015/2016- Itapetininga”, que, como vocês sabem, tem como objetivo registrar as lembranças das marcas, empresas e transformações socioeconômicas desta cidade nos últimos dois anos. Foram premiadas, aquelas (empresas) que, por merecimento, foram lembradas pelos itapetininganos de todas as regiões da cidade, com idades entre dezesseis e acima de sessenta anos, ao todo em torno de seiscentas entrevistas nas seis regiões da cidade (centro, norte, sul, leste, oeste e distritos urbanos). A pesquisa foi promovida por este “Correio de Itapetininga” através do “Infocorreio Pesquisas”. A solenidade, coordenada pelo empresário Jorge Carvalho, diretor-proprietário desse jornal e por Odilon Rosa Rezende, do departamento de marketing, realizou-se no teatro do Sesi, em Vila Rio Branco com a presença de muitos segmentos empresariais da comunidade daqui. Uma bela festa!

 

A grande premiação II
O acontecimento “Top of Mind 2015-2016”, na noite da penúltima terça-feira, vinte e seis, no teatro do Sesi, em Vila Rio Branco, foi transmitido “ao vivo” pela TVI, das oito até onze horas da noite (por aí). Eduardo Rocha, o Dado, coordenador do “Infocorreio Pesquisas” entrevistado por Fábio Campos, da emissora televisiva, no auditório do teatro, antes do evento, mostrou-se um pouco tenso, preocupado. Mas depois da solenidade, já no coquetel, Dado Rocha ao ser entrevistado novamente era só sorrisos, completamente relaxado, feliz da vida com o sucesso do evento. Para Dado, elaborar o “Top of Mind” constitui um trabalho duro, mas completamente gratificante.

 

Polêmica
A passagem da tocha olímpica (símbolo das Olimpíadas 2016, que acontecerá no Rio de Janeiro a partir de hoje, cinco) aqui, nesta cidade, no último dezesseis de julho, num sábado, continua provocando discussões entre itapetininganos. Tudo por causa da escolha dos condutores da famosa tocha. Muitos, consideram que esportistas que se destacaram aqui, principalmente nas décadas de cinquenta, sessenta e setenta forame esquecidos na citada condução. Um pessoal nascido e criado nesta terra e que muito fizeram pelo esporte nas quadras, pistas do atletismo, nas piscinas de competição e campos de futebol, entre outros. Faltou ouvir mais pessoas para uma escolha mais seletiva. Ou mais apropriada.

 

Presença
O engenheiro agrônomo José Antônio Piedade, da comissão executiva do XII Congresso Paulista de Engenheiros Agrônomos, que acontecerá aqui em Itapetininga entre vinte e vinte e dois de setembro no Teatro do Sesi, em Vila Rio Branco, poderá não contar com um convidado bastante importante. É o presidente da Associação Brasileira da Indústria do Trigo, a Abitrigo, o empresário Sérgio Amaral, amigo do itapetiningano José Antônio. Mas há um motivo forte pela possível ausência de Sérgio Amaral neste congresso. É que ele, Sérgio, foi convocado, pelo presidente da república interino para ser o novo embaixador do Brasil nos Estados Unidos. O vir - não vir dependerá exclusivamente de uma mudança (ou não)da atual cena politica brasileira.

 

Boa forma
Na animada festa comemorativa dos oitenta anos de idade e sessenta e cinco de trabalho do mega-empresário itapetiningano Cloadoaldo Gomes, ocorrida no salão de festas do Clube Venâncio Ayres, sede social, no último dezesseis (julho), foi perguntado a ele como se mantinha tão saudável. Clodoaldo, prontamente respondeu : - “Não bebo, não fumo, viajo muito, geralmente por causa do trabalho árduo, e sempre estou bem com Deus”.

 

Frase
Eleita como a mais lembrada entre todas, na formação de condutores, nesta cidade pela pesquisa “Top of Mind 2015-2016” promovida por este “Correio”, a Auto-Escola Barros está completando quarenta anos de existência. E seu proprietário Francisco da Costa Barros, comentando que as atuais mudanças no trânsito local foram bastante satisfatórias. E o que está ocorrendo aqui é que os motoristas conduzes seus carros numa velocidade muito rápida. É perigoso. Logo será necessário a implantação de radares nas vias centrais.


Oração
Consultado se poderia dispor de algumas salas de aulas da escola estadual onde é diretor, a “Modesto Tavares de Lima”, em Vila Aparecida, para uma instituição de ensino superior pública, daqui mesmo, Vancley Sacco não tomou uma decisão sozinho. Convocou o Conselho da Escola e este não aceitou a proposta. Diante do fato, Vancley, para que tudo saísse bem, rezou para o padre Donizetti, irmão de Modesto, o patrono, e que encontra-se enterrado em Tambaú, interior paulista. E agora Vancley Sacco está com vontade de ir rezar no túmulo do padre. E daí aproveita para solicitar também ajuda para que o Palmeitas, time do seu coração, seja o campeão este ano, do Campeonato Brasileiro de Futebol, o “Brasileirão”.

 

Queridas bruxas
A “promoter” Vera Lúcia Abdala não para. E no penúltimo sábado, vinte e três (julho) levou seu grupo de itapetininganos para assistirem no Teatro Renault (antigo Abril) na avenida Brigadeiro Luís Antônio, na Bela Vista, em São Paulo “Wicked”, na sessão vesperal (quatro horas da tarde). O musical “Wicked”, com elenco brasileiro, é um espetáculo em cartaz, há anos, na Broadway, nova-iorquina, nos Estados Unidos, e trata da relação de bruxinhas na terra do Mágico de Oz. Um espetáculo para todas as idades, mas mais para um público adulto. Segundo Rachel Ripani, diretora de montagem do musical: - “Em Wicked, não há verdades absolutas, ninguém é dono da razão”. Quem foi com Vera Lúcia Abdala: - Luiz Gustavo Holtz, Maria de Lourdes Santos Holtz, Márcia Camargo Melo, Lúcia Ferraz com a filha Daniela, Alice Horie, Eliana Monteiro de Moraes, Ana Lúcia Camargo com a neta Maria Eduarda, Maria José Araújo, Lilian Luz, Eloá Ozi, Maria Helena Piedade, Jane Silvério, Maria Aparecida Pinto Monteiro, a Bijú, Nery Aranes Costa, Aracy com seu neto Guilherme, Angela Rosa Rezende, Marina Tambelli, Valderez e Viviani Sacco, Márcia Souza, Janice com a neta Giulia e a amiga Ana, Angelina Pereira Cardoso Hungria, Cecilia Pereira, Cláudia Fernandes D’Andretta, Odila Ezaú, Silmara e Márcio Spada, Rosana Iglesias de Lima, Lúcia Eleonora, Maria do Carmo Favalli, Irai Barsanti Camargo, Ivan Barsanti Silveira e Márcia Almeida. O shopping escolhido , antes do teatro foi o Patéo Paulista na própria avenida.

 

Cantiga
A apresentação da Orquestra Paulistana de Viola Caipira (do Instituto São Gonçalo de Estudos Caipiras), do bairro da Penha, em São Paulo, recebeu muitos e muitos aplausos itapetininganos em sua apresentação no último vinte e dois (julho), numa sexta-feira, no teatro do Sesi, em Vila Rio Branco (antigo Paquetá) com plateia lotada. O espetáculo evidenciou toda a beleza do som da viola de dez cordas apresentando peças tradicionais da canção interiorana paulista, principalmente. Como as de Tião Carreiro, Caetano Erba, Tião do Carro, entre outras. E também músicas como “Romaria”, de Renato Teixeira e “Disparada”, de Geraldo Vandré. O (simpático) maestro Rui Torneze comentando com o auditório que: - “Parte da Orquestra Paulistana não pode vir porque está em Campinas gravando para a próxima novela da TV Globo, que estreia em outubro de nome “A lei do amor” e que irá divulgar a viola paulista caipira para todo o Brasil. Será ótimo para os violeiros .... será sim”.

 
 
0918_fibria