Ivan Barsanti

Descrição pendente

Agenda - 586

terça-feira, 23 de outubro de 2018 por Ivan Barsanti

Grupo
No último vinte e nove (abril) no Buffet “Fuá” Aristeu Correia de Moraes Filho, Maria Célia Almeida Moraes, Mário de Almeida (Marinho) e Ângela Brasil Almeida na comemoração do aniversário de Hermano do Amaral Nalesso.

 

Depoimento I
Com o teatro do Sesi em Vila Rio Branco praticamente lotado e como anfitriões o diretor do Sesi Benedito Antônio Sampaio e o coordenador de artes Cênicas Milton Cardoso e equipe aconteceu na penúltima quarta-feira, dezoito, à noite, o evento Inteligência Ponto Com destinado a aproximar o público dos principais criadores e pensadores das artes e da cultura no cenário nacional. Estes criadores são nomes expressivos da literatura, da música, do cinema, teatro, da dança, das artes visuais, do pensamento e comunicação e que falam sobre seus trabalhos e suas descobertas, num bate-papo descontraído. E foi isto que aconteceu nesta noite no teatro “Jovina da Silva”, no Sesi. Os convidados foram: o ator de teatro, cinema e da TV Globo, o prestigiado Lázaro Ramos e o artista visual Mauricio Negro, justamente para falarem sobre o livro infantil lançado em 2015 de título “Cadernos de Rimas do João”. O João no caso é o filho de quatro anos de idade de Lázaro Ramos (a mãe é atriz Thais Araújo) e foi para ele que Lázaro produziu a obra escrita para explicar questões difíceis para uma criança como: infância, família, política, amor, música, vida, saudade, morte entre outros assuntos. O ilustrador foi Mauricio Negro. E o livro foi escrito em forma de poesia. E o tema “morte” é o mais difícil de explicar a elas, crianças, segundo o próprio Lázaro.

 

Depoimento II
Apresentados por Jarbas Galhardo e com transmissão “online”, tanto Lázaro como Mauricio foram explicando tanto conteúdo como a descrição do livro “Caderno de Rimas do João” e logo descontraíram-se com a plateia de Itapetininganos. Depois ouvir perguntas do auditório para ambos, prontamente respondidas. Apenas uma endereçada a Lázaro Ramos ficou um pouco vacilante mas o ator respondeu através da leitura de um texto dele próprio, feito na viagem de São Paulo para Itapetininga. E o conteúdo (da pergunta) era o que ele, Lázaro, achava do recente decreto do atual presidente da república (interino!) em tornar a Cultura não mais como Ministério, mas uma simples Secretaria (diminuindo seus poderes). Mesmo assim, não foi bem esclarecido. No saguão do teatro na pós-palestra, muitas crianças com suas famílias adquirindo a obra com autógrafo de Lázaro e com direito a fotos, muitas fotos. E os adultos também.

 

Na ponta
No conceituado suplemento culinário “Paladar” (paladar.estado.com.br) da penúltima quinta-feira, doze, do jornal o “Estado de São Paulo” numa reportagem (de capa) sobre “Dez queijos que você precisa conhecer de todo Brasil”, entre estes dez, um tipo é produzido aqui em Itapetininga, de nome “Giramundo” na fazenda “Santa Luzia”, na Raposo Tavares, composto com leite de vaca pasteurizado, textura firme, maturação cinco meses e cento e vinte reais o quilo, (por aí). Os outros nove são: três de Minas gerais, três do interior de São Paulo, um do Espírito Santo um do Rio Grande do Sul e um de Santa Catarina. Com ajuda de especialistas o suplemento culinário “Paladar” (do “Estadão”) fez duríssima seleção e degustação de diversos tipos de queijo que apareceram no mercado nos últimos anos e entre os dez melhores (do Brasil), o “Giramundo” é de uma fazenda Itapetiningana, a “Santa Luzia”.

 

Cegonha
O casal Márcia (Terra) - Roberto Paes Barsanti está contente da vida por causa da gravidez da filha Juliana casada com o Gustavo Morales, ele, publicitário, trabalhando na IBM, e residente em São Paulo. A chegada do “baby” está prevista para início de novembro. Será o primeiro neto dos itapetininganos Márcia e Roberto Barsanti, ele, engenheiro já aposentado. A propósito, os futuros avós estiveram recentemente (março-abril) em Aracaju, Sergipe e gostaram de lá, acharam o lugar bem diferente. No próximo junho seguem para os Lençóis Maranhenses, Nordeste. Eles têm como objetivo conhecer todos os estados do Brasil ainda falta alguns. No quesito “Mundo” também falta conhecer alguns países.


Comentário
O professor Itapetininganos Jovir Filho declarando: - “Um pouco antes do atual Governo Interino Federal, pressionado por forças sociais, “correr” atrás de uma mulher para um Ministério, foi declaradamente conservador, pois a composição dos ministérios era só de homens, de meia idade e todos brancos”. Jovir Filho também falou: -”é claro que o “impeachment” da presidente Dilma Rousseff foi estimulado pela grande “mídia” televisiva, principalmente no eixo Rio-São Paulo e os também grandes jornais. Só não vê quem não quer.”

 

Próximo ano
O jovem estilista itapetiningano Alexandre Sampaio já agendou para o primeiro dia do próximo outubro, no sábado, à noite, oito horas, um desfile de modas para o Outono Inverno 2017 no Clube Recreativo Itapetininga ano. Vestimentas criadas pelo próprio estilista Alexandre que serão mostradas aos presentes por dez modelos dessa cidade, apresentando estampas, cores, tendências para estas duas estações. Alexandre Sampaio promete deslumbrar a plateia. E o evento será todo pela causa da Uipa (União Internacional de Proteção aos Animais). Aguardem portanto, em outubro próximo.

 

Em cena
Na penúltima sexta-feira, treze, no teatro do Sesi em Vila Rio Branco, assistindo “Tango sobre dois olhares “ com os bailarinos da Raça Companhia de Dança São Paulo: Graça – Vancley Sacco; Angelina (Pereira Cardoso) - Roberto Soares Hungria; Claudia Fernandes D’andreta, Maria Nívea Guarnieri Machado, Marly Larizzati Bueno, Neja Bueno, Vasti (Souza) - Josué Nélson de Almeida, Ana Elisa (Bloes) - Hélio Rubens de Arruda Miranda, entre outros.

 

A volta
Após doze anos sem dar nenhuma entrevista para imprensa itapetiningana o ex-prefeito Ricardo Bárbara da Costa Lima foi o convidado, na penúltima quinta-feira, dezenove, do apresentador Fábio Campos e equipe no programa “Telescópio” (de segundas às sexta- feiras) na TVI (canal NET, pago). Entre tantos assuntos o ex-alcaíde Ricardo comentou que Itapetininga tem um futuro brilhante na medida em que aqui os impostos, a moradia, a água farta, a mão de obra disponível não são tão caros como em muitas cidades do interior paulista e isto chama atenção de muitas empresas (entre outras facilidades). E quando o assunto foi Hospital Regional inaugurado em 2004 em sua gestão, Bárbara não resistiu e foi as lágrimas muito emocionada, no choro convulsivo diante das câmeras. Hospital foi uma das maiores realizações do seu governo, segundo ele próprio.

 
 
0918_fibria