Benedito Madaleno Mendes

Desceu à Terra 1954... Diversas premiações em concursos de poesia, residiu em São Paulo por 20 anos. Da Voçoroca do Sul, observa a Via Láctea e conta suas observações do cotidiano.

Que frio!

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Acordo... E, como faço todo dia, tento sentar-me na cama...Tento, mas, não consigo mover-me... O frio segura meus movimentos... Minhas pernas estão geladas, os braços... Que frio! Com muito esforço, sento-me na cama, pretendo ir à cozinha e pegar um café... Mas o café está gelado! Acho estranho porque minha garrafa térmica é nova, isto nunca aconteceu! Desisto ...

Dilma sem boia

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Sábado, vendo as manchetes dos jornais pela internet, uma notícia me chama a atenção: “Governo Temer corta comida no Alvorada”! Gente do céu, que maldade! Onde já se viu cortar a boia de uma veneranda senhora que ainda é presidente da República? Isso não se faz!Quer dizer que nhá Dilma ficou sem o cafezinho feito na hora, sem manteiga, sem aquele queijo ...

Buraco sem fim

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Era à tarde... Vesti-me e desci até a padaria da esquina para comprar pães... O céu estava escuro, mas eu julgava que a chuva viesse à noite... Entrei na padaria, pedi quatro pães passei no caixa e ia saindo, mas, na porta, sou obrigado a esperar, a chuva caía e com vontade!Ainda bem que eu levei meu guarda-chuva, senão... Dentro em pouco, o aguaceiro diminuiu, virou um ...

Chuva

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Dia 11 fui a São Paulo... Gente do céu, que frio! Houve dias que quase não saí de casa o dia todo... Fiquei debaixo do cobertor, torcendo para não congelar... Sentia um gelo nos ossos, nos cabelos, na alma... Parecia que o mundo iria se acabar e que o Sol havia ido embora para sempre... Eu nem precisei molhar minhas roseiras, elas já estavam sempre úmidas...O dia amanhecia escuro como se ...

H1N1

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Semana passada, eu dancei! Quando pensei em sair de casa para dirigir-me ao posto de saúde, um amigo me avisou: nem saia à rua, a vacina acabou! Já! Nossa! Nem começou... E aconteceu mesmo: a remessa de vacinas enviada para a cidade não deu nem pro cheiro, acabou logo... Algumas pessoas me disseram que se formou uma fila quilométrica no Genefredo Monteiro e outros postos de saúde! E eu ...

Pedaladas

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Pedaladas! Aonde eu vou escuto alguém pronunciar esta palavra! Na rua, distraído, de repente, um conhecido brada a alguém: “a culpa foi a pedalada”! No shopping, uma grã-fina reclama para a vendedora: “é minha filha, estamos pagando o pato pelas pedaladas, não é não?”. Estou num bar e repentinamente adentra um conhecido pau d’água e, da porta, ...

Pleito à vista

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

As eleições estão aí... O jeito é se preparar para a época de caça ao voto que se aproxima... Queira ou não, as ruas, as paredes, os postes, a TV, as rádios serão tomadas por rostos nunca antes vistos e, na maioria, sorridentes! Todos prometerão dias melhores, mais progresso para a cidade, serão verdadeiros anjos que ajudarão os menos ...

Passagem de idoso

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Até agora, escondi de mim mesmo, mas, reconheço: tô ficando velho mesmo! Não há mais como esconder! Foi bem assim, sem tirar nem pôr... Estava em São Paulo, fui à Rodoviária e reservei “passagem de idosos” para o dia 28 de março às 22h... Até aí, nada demais... E fiquei tranquilo, vivendo meus dias e pensando na hora de voltar... ...

Ai de Ti, Brasil!

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Nossa! Passei um domingo esquisito ontem, minha gente! Esquisito mesmo! Não saí de casa, o calor estava insuportável, eu tinha a impressão que se eu ficasse muito tempo exposto ao Sol, acabaria por derreter! Então, como era domingo, resolvi ficar atocaiado no meu cafofo, esperando, esperando...E, justamente neste domingo, dia de Saara, era dia de votação do impeachment e, desde ...

Janaína

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Uma palavra domina corações e mentes nos dias que correm: impeachment! Nunca se falou tanto nessa palavra... O Brasil inteiro dorme e acorda ouvindo alguém falar nessa expressão... E nessa circunstância, alguns fenômenos individuais ocorrem aqui e acolá, uns mais estranhos do que outro... E essa tal de Janaína é um deles!A princípio, nem acreditei, mas de tanto ouvir ...

Manchetes

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Ministro do STF devolve caso de Lula a Moro. Ato pró-governo reúne 95 mil na Paulista. OAB vai apoiar impeachment da presidente Dilma. Credo! Só mesmices de manchetes!Todo santo dia eu olho as notícias... Preciso fazer isso, senão meu dia não começa... Mas percebo que muito pouca coisa muda de um dia para outro... Então, penso comigo, e se nossas Lendas, de repente, passassem a ...

MP

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Muito corajudo o Ministério Público daquele país de faz-de-conta, corajudo mesmo! O chefe da equipe amanheceu disposto, arregaçou as mangas, sentou-se diante de sua Olivetti e tascou uma ordem: “prendam o diabo”!Mas como, disseram alguns colegas... “Não interessa, prendam e pronto! Respondeu o chefão”!Tudo bem, chefe, mas dizem que o baita é poderoso uma ...

Delcídio

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Nossa! Mas como é linguarudo o Delcídio! Um baita homem e de cabelos brancos, fazer fofoca desse naipe! Por ele ser um senador, esperava-se alguma fidalguia, mesmo durante sua prisão, mas, foi só se ver atrás das grades e já botou o bocão no trombone! Que coisa feia!Imagine só o que o valente senador revelaria se estivesse no tempo do pau-de-arara, das chicotadas, e outros ...

Condução coercitiva

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

Desde que estou na Terra ouço falar nessa tal de condução coercitiva e isto vem desde o tempo das “Ordenações Alfonsinas”. É coisa mais antiga do que andar pra frente... Ocorre quando um oficial de Justiça em cumprimento de ordem legal, tenta intimar um réu, mas não consegue avistar o distinto porque o danado se esconde, manda alguém da família ...

Aedes-etílico

sexta-feira, 18 de agosto de 2017 por Benedito Madaleno Mendes

O país onde vivemos já foi chamado de várias coisas... Primeiro foi Pindorama! Depois Terra de Santa Cruz, Ilha de Vera cruz e, finalmente: Brasil! Já foi chamado de “O País do futebol”, “País abençoado por Deus”, ”Terra dos papagaios”, ”Terra nova” ... Mas, do jeito que a coisa vai, logo, logo este lugar será chamado de ...

Fibria