Alberto Isaac

Alberto Isaac é jornalista professor e comerciante. Durante quarenta e cinco anos foi o correspondente do jornal “O Estado de São Paulo” em nossa região.

O que ficou daquele que passou

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
O começo da vida profissional de Joaquim Pinto, considerado o “artista da tesoura”, foi na alfaiataria Carioca, que funcionava na Rua Saldanha Marinho

Nestes dias, folheando alguns exemplares deste nosso “Correio” publicados há uma década, deparei com algumas crônicas escritas por Helio Garcia Pinto. Geólogo e engenheiro formado pela Universidade “Patrice Lumumba”, em Moscou – Rússia. Saboreei deliciosamente a todas, com histórias fictícias e reais sobre a “Itapetininga em que nasceu”.Passou ...

Após atividades úteis, a chegada aos 90

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Além de jogador, Miro apitou partidas junto com os árbitros José Toledo, Modesto Medeiros, Alceu Ferreira e Roque Guilherme, entre outros

Continua até os dias presentes um amante incondicional da cidade onde nasceu em 1925. Itapetininga toda o conhece, porque sabe o amor que sente profundamente por ela: aqui estudou, aqui aprendeu e aqui sua marca se tornou inconfundível.Espírito alegre e brincalhão (caso Buchala estivesse vivo, testemunharia esse seu viéz), disposto a enfrentar qualquer pedido, atendeu o chamado da Pátria, ...

Na quarta-feira o encontro da ararinha

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Atualmente essas ararinhas azuis são consideradas as mais raras do planeta, o contrabando é um dos prncipais fatores de ameaça da bela espécie

Os jornais noticiaram e a poderosa TV-Tem mostrou a todos telespectadores da região a captura de uma ave rara, pousada no galho de uma árvore na Praça dos 3 Poderes.Espetáculo empolgante, sensível e atraente quando populares (especialmente funcionários da Câmara Municipal) salvavam o resplendoroso pássaro e que contou, posteriormente, com a ajuda dos guardas municipais e dos ...

Aqui , em Itapetininga, morou a cultura

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Uma febre cultural tomou conta da cidade, onde se destacavam diversas realizações artisticas

Entre os anos de 1930 até , aproximadamente, o final dos anos de 1980, uma febre cultural tomou conta de muitos setores da cidade, onde se destacavam diversas realizações para entretimento e “elevação do elemento humano através das artes”. Isto, talvez fosse em decorrência da tradição em ensino, proporcionado pela então notável Escola Normal ...

Dos carnavais que passaram, pouco restou

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Grupo de foliões itapetininganos fantasiados se divertindo no carnaval de rua de 1978

Às vésperas de mais um colorido reinado da alegria, músicos e foliões trazem para a rua uma festa que já foi gloriosa. O carnaval, agora, não corresponde mais à expectativa do povo? Não contará, em Itapetininga, com o entusiasmo e a alegria daqueles que poderão prestigiar as festas momísticas? Já perdeu o interesse do povo diante da falta de ...

Àqueles que marcharam por Selma

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Em cena do recém-lançado filme “Selma”, cerca 600 pessoas atravessam a Ponte Edmundo Pertus, entre as cidades de Selma e Montgomery

Em 7 de março de 1965, aproximadamente 600 pessoas caminharam 87 quilômetros entre as cidades de Selma e Montgomery para exigir o direito dos votos dos negros, reconhecido legalmente, mas negado na prática pelas autoridades eleitorais dos Estados Sulistas da “América”. Na Ponte Edmundo Pertus,nos primeiros passos da jornada, foram recebidos com bombas de gás lacrimogêneo e golpes de ...

Traços dos caminhantes na rovectude

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac

O cidadão em estado de inatividade, ou ainda apto para trabalhar, sentindo-se então à vontade, procura repousar a qualquer hora do dia ou da noite, em verdadeiro estado de graça.A maioria corre em busca de distração, a fim de não perecer de imenso tédio. Associam-se a clubes ou entidades, onde vão encontrar campo para exercícios físicos ou mentais, com o ...

Onde andará a nossa doce Anita?

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Em meados de 1960, a atriz Anita Elkeberg, tornou-a ícone do filme “A Doce Vida”, de Frederico Fellini, ao entrar na Fontana de Irea seminua - Reprodução/Internet

Pode-se estar cometendo uma profunda e marcante heresia, mas em meados de 1960, Anita Elkeberg, que morreu neste 11 de janeiro, estrelou, com inteiro sucesso, o filme de Frederico Fellini em que numa determinada cena ela entra na Fontana de Irea. Fica seminua.Essa sensual cena de Marcello Mastroianni e Anita Elkeberg na Fantana entrou para a história do cinema e para o imaginário coletivo do século 20. O gesto da ...

Vamos começar o novo de novo

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Cada começo de ano, a fascinação e a capacidade de recomeçar fixa-se presente em todo ser humano, é como se todos se restaurassem a cada dia - Nascer para um ano novo é sempre um milagre - Mike Adas/Arquivo Jornal Correio

Muito embora esta seja a terceira sexta-feira deste ano de 2015, não existe quem não deseja que tudo corra extremamente bem em suas atividades profissionais, religiosas, passionais, políticas ou entretenimentos variados.Todos já viram aquele instante em que o atleta se concentra religiosamente antes da largada, da cobrança de pênaltis, de mira ao alvo e outros esportes e aquele breve momento em ...

O encanto das formaturas nos grupos escolares

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Por se tratar deste período de final e começo de ano, é que voltamos a recordar as formaturas que se realizavam na principais escolas da cidade - Arquivo histórico

Numa das minhas gratas lembranças, eu e meus amigos estávamos no pátio da antiga Igreja da Matriz, quando a professora nos ditou normas a seguir, na vida escolar que iríamos trilhar: o curso Fundamental e depois outros estabelecimentos ou do ensino superior ou Magistério. Quem nos aconselhava era a mestra Maria Antonieta Pacheco França e conosco encontravam-se os colegas de classe, o saudoso ...

Por horas o revolutear de um desesperado

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
A cena  passa-se entre as ruas Monsenhor Soares e Cel. Pedro Dias Batista,  na parte de trás onde se situa a agência central do Correio e o Mercadão - Mike Adas/Arquivo Jornal Correio

Sua agitação era intensa e contínua. Deitado em toda extensão da calçada, revolvia-se desesperadamente por todos os lados sem encontrar apoio em lugar algum. Pudera! Estava quase inconsciente e impossibilitado de alcançar a parede próxima, onde fazia em seus lentos movimentos. Suas mãos procuravam algo que lhe oferecesse sustentação para ficar completamente em ...

O natal e seus presentes, no passado e no futuro

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac

Como de costume, as árvores eram colocadas num canto da sala (sempre no lugar mais nobre para as visitas), qualquer que fosse a estrutura da casa: suntuosa, simples, ou bem modesta. Uma imitação das árvores, cedrinho ou tuia, levemente esverdeada com enfeites mais variados e agradando os olhos. Pendurados estavam enfeites diversos: bonequinhas, vidrinhos coloridos, numerosos Papais-Noéis, bijuterias, ...

Itaboraí - Um Cidadão Incomum

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac

Neste passado 5 de dezembro completaria 91 anos de existência, um nome que percorreu os caminhos da vida de forma marcante, pela paixão e impetuosidade, inserindo-o na história de Itapetininga.Paixão pela Pátria, família, política e seu semelhante, filho deste município que adotou aos 5 anos, originário da progressista Ribeirão Preto. Veemência pela vontade ...

Sirene mobilizava 1.300 operários

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
O imponente prédio, hoje desativado e relativamente abandonado, funcionou até o ano de 2006

O aviso sonoro e prolongado facilmente alcançava toda a cidade de Itapetininga, de norte a sul, em sua quietude matinal. Era o horário sagrado para muitos acordarem, não só para a labuta diária, como também alertando os jovens estudantes que frequentavam as escolas locais. Como hoje lembra a comerciária Érica Dias Batista, que naquela época frequentava a escola ...

O jantar humanitário que unem vizinhos

domingo, 21 de outubro de 2018 por Alberto Isaac
Há doze anos, Georgina Soares Raid reúne membros da comunidade da Igreja Santo Expedito, da Vila Palmeira, proporcionanda substancial jantar

Todos os dias, praticamente durante quase 12 meses por ano, preocupações, ansiedade, às vezes conflitos e trabalho insano, atingem grande número de pessoas de todas as espécies. São cidadãos, muitas vezes desprovidos de recursos suficientes para resolver dificuldades, mas sempre esperançosos e animados a prosseguir na labuta diária, sabendo, portanto, que é preciso ...

0918_fibria