Alberto Isaac

Alberto Isaac é jornalista professor e comerciante. Durante quarenta e cinco anos foi o correspondente do jornal “O Estado de São Paulo” em nossa região.

O constante rolar das águas

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Itapetininga, como a maioria das cidades do mundo, nasceu próxima de um rio que leva o seu nome, ou melhor, no bairro do Porto e depois oficializada onde se localiza o Largo dos Amores

Além de ser um dos motivos da geografia, ele é um meio de vida para animais e vegetais, constituem, indubitavelmente, preciosas fontes de alimentos para toda humanidade.Trata-se, como se pode concluir, dos rios que fornecem água para a irrigação e para os processos industriais, inclusive com a finalidade de gerar água pesada destinada a energia atômica. São os rios os ...

Nívea, a paixão pelo “lar” continua

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Desses 30 anos de proficiência existência,  28 anos devem-se a competência, capacidade e amor da presidente do lar, Nívea Guarnieri

Respeitável dama, admirada em todos os segmentos da sociedade itapetiningana, de família luminosa e honrada, nada melhor quando referir-se aos “guarnieris”, cujas qualidades de esposa, mãe, avó e amiga constituem sempre o índice de uma natureza singular.Não conseguiu o tempo modificar- lhe o temperamento senão aprimorá-lo na sua existência de bondade e virtude, ...

As antigas “casas” prazerosas de itapetininga

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Em Itapetininga, o último local para encontrar as moças e moços é próximo a Rodoviária, mas antigamente a zona de meretrício teve vários endereços

Na época das safras, os fazendeiros e sitiantes colhiam e vendiam o seu café ou o algodão com enormes lucros. A cidade se enchia de dinheiro e simultaneamente, de prostitutas. De todos os lados do Brasil chegavam as mais bonitas e mais caras profissionais encomendadas pelos bordéis afamados, cujos anúncios luminosos avermelhavam a noite, ensinando aos neófitos que ali é a “Casa da ...

Depois das tristezas, o sorriso dos cães

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Cães famosos existiram e continuam a existir, como o herói Rin-Tin-Tin, astro hollywodiano que encantou milhares de crianças e adultos

No seu inolvidável poema “Pitôco”, Nhô Bentico, grande vate sertanejo, exaltava o feito heroico do cachorrinho que morreu salvando-o da picada de uma cobra.Poesia épica, consagrando não só o autor, como o cachorrinho, artífice de sua defesa, e colocando o animal como o maior amigo do homem. Cães famosos existiram e continuam a existir sob a face da terra. Heróis ...

Os passos vagarosos de Patrício

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Em seu veículo singelo, puxado geralmente por burro, com resguardo de grades, lerdo e vagaroso, Patrício transitava placidamente pelas ruas, algumas calçadas, cumprindo seus serviços

Como o Legislativo desta cidade debate na Câmara sobre projeto que pode proibir terminalmente carroças trafegarem nas ruas de Itapetininga, vem-nos à memória (a morada da alma) a figura singular e simpática de Patrício, que em seu andar lento e seguro, assemelhava-se perfeitamente a carroça que dirigia.Personagem conhecido naquela época por todos os setores da sociedade, robusto, ...

Jocósos e exóticos eram os apelidos

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
As saudosas equipes do CASI, DERAC e Associação Atlética Itapetiningana tinham seus craques conhecidos por apelidos, descritos até nas fotos

Nossa vizinha, amiga e progressista Tietê tornou-se famosa em várias regiões. Pois além de industrias variadas prima em ser histórica e conhecida em quase todo Brasil por suas festividades realizadas no lendário rio que leva o nome da cidade. Mas, segundo seus próprios moradores e um interessante livro, que atestam essa veracidade, ela é conhecida como “cidade dos ...

Nos velhos carnavais, os velhos bares

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Dentre os inumeros bares, o poderoso Rodovia, era o preparador revelador de novos políticos

Bares sofisticados e charmosos, outros casuais, alguns bem simples e uma terceira categoria denominada boteco. Mas todos situados ao redor do romântico Largo dos Amores, onde uma fonte luminosa espargia águas em profusão, outros bares situavam-se nas ruas próximas, como a José Bonifácio, Monsenhor Soares e Júlio Prestes, além dos que estavam estabelecidos bem longe desse pequeno e ...

Extravagante era o diálogo de Paulo Barbeiro

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Nos bancos das farmácias ou então nas cadeiras de barbeiros é que as conversas ou futricas “arrevesadas” aconteciam, sempre com novidades da cidade

Eram conhecidos os salões de barbeiro em Itapetininga, cidade então com poucos habitantes e onde todos se conheciam quase familiarmente, a maioria frequentando os clubes Operário, Venâncio, Comercial (na rua Cel Afonso) ou 13 de Maio, espaços onde praticavam o lazer ou então “punham a conversa em dia”.Mas nos bancos das farmácias ou então nas cadeiras de barbeiros ...

A morada da justiça

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
A casa de Jango Mendes, no número 745, na rua Quintino Bocaiuva, não virou museu de visitação

"O grande rábula, Jango Mendes, não deixou bens materiais, mas soube transformar sua casa em verdadeira trincheira de defesa dos injustiçados. A casa simples, de número 748 na rua Quintino Bocaiuva, não virou museu de visitação, como a de Rui Barbosa.  Está sendo demolida e, talvez apague da memória , lentamente , a história que carrega. " Na antiga capital ...

Elas iam e vinham

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac

Como o verão, primavera, outono ou inverno, as quatro estações que sinalizam o ano chegam rapidamente e passam no mesmo espaço, nesta vida. São dias e noites que se sucedem através dos séculos, com modificações graduais em todas as fases da terra girando costumeiramente. Novas tecnologias representam o que há de mais moderno, cada instante, no decorrer da ...

O mistério do suspensório

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
O  “Caso do Suspensório” intrigou os moradores de Itapetininga há quase sete décadas

Observando pessoas que transitavam a pé, pelos lados do velho Mercadão, ou melhor no trecho que liga as ruas Cel. Afonso e Cel. Pedro Dias Batista, cena incomum chamou a atenção na figura de um cidadão. De idade considerada madura, com ralos cabelos brancos, mas ainda sem o andar trôpego, no meio da rua tentava segurar as calças, na iminência de cair. Calças de brim, em ...

Sublimando a bondade

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac

Ser bom, com toda certeza, é um atributo do homem. A bondade lhe é inerente, desde o nascimento, mas por circunstâncias que só a Divindade, com todo seu poder, consegue esclarecer, durante quase toda sua existência, o ser humano se transforma completamente.São os abrolhos e dificuldades, incompreensões, revolta ou ódio contra todos, que transformam aquela beatitude em algoz ...

Uma grande escola em sua terra

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
A instalação do campus universitário na Vila Barth, aconteceu com o dinamismo emoção de José Ozi

“A AEI, formou, durante esses cinquenta anos de existência, capacitados profissionais nas áreas de Pedagogia, Ciências Contábeis, Letras, Administração de Empresa, Filosofia, Matemática, Sociologia, História, Ciências da Computação, além de pós-graduação e  mestrado em várias áreas. A maioria se tornou em ...

Toda infância era assim

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Com a chegada do Natal, voltam lembranças de outrora,onde quase todas crianças jogavam bolinhas de gude em plena rua, além de outras brincadeiras

Quando chega a maior festa da cristandade, um Natal esperançoso, alegre, feliz e com saúde, que irmana indistintamente todos seres humanos – sem atentar para raça, cor, ou condição social - fica-se meditando como as crianças de outrora se comportavam e de que maneira viviam.Voltando compassadamente à décadas passadas, desfila na memória – qual filme ...

“Comercial” , dois clubes ostentavam esse nome

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 por Alberto Isaac
Dois times ostentaram o nome “Comercial”, um de Itapetininga e o outro da capital São Paulo

Quem saberia hoje que na vida esportiva de Itapetininga, além dos famosos e tradicionais DERAC, Associação e CASI, existiam quase 20 equipes que disputavam o campeonato da cidade?Os de maior idade, acima dos 50, vão se lembrar, e muito bem, daqueles memoráveis encontros futebolísticos realizados nas ensolaradas manhãs de domingo. Eram porfias, das mais acirradas e por vezes violentas, ...

0918_fibria